Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘PRODUÇÃO’

Caminhos da Reportagem, hoje (3) história da produção de café no Vale do Paraíba

DIVULGAÇÃO – TV BRASIL

O “Caminhos da Reportagem” percorre as fazendas de café do século XIX no Vale do Paraíba nesta quinta (03/05), às 21h45, na TV Brasil. Foi nessa região que as famílias vindas de Minas Gerais, por conta do declínio do ouro, e também comerciantes da cidade do Rio de Janeiro que queriam investir na área, encontraram as condições ideias para a produção de café.

Com a finalidade de realizar a matéria especial “Vale do café: uma viagem no tempo”, a equipe da emissora pública visitou propriedades que ainda preservam uma parte importante da história do país. Hoje, essas fazendas estão abertas para visitação e algumas apostam na volta da plantação de café.

Para reproduzir essa história, os jornalistas da TV Brasil entrevistam produtores rurais, moradores das cidades do Vale do Paraíba, intelectuais e pesquisadores que ajudam a construir o mosaico sobre os ciclos do café que marcaram a região.

O programa jornalístico recorda que o Vale prosperou rapidamente. Na primeira metade do século grande parte do café consumido no mundo saia das terras de Vassouras, Valença, Rio das Flores e Barra do Piraí. Era o período do Império, dos hábitos franceses e de uma elite que enriqueceu e se consolidou influenciando a política do país de forma determinante.

Ao mesmo tempo, era também uma época de uso da mão de obra escrava, de maus tratos, de trabalho duro e de rebeliões como a Revolta de Vassouras. A produção da TV Brasil investiga esse período repleto de contradições.

No final do século XIX, a época de ouro do café na região chegou ao fim com a abolição da escravidão e a exaustão das terras. A maioria das fazendas ficou abandonada durante décadas.

Somente nos anos 90 alguns proprietários decidem abrir as portas para o turismo. Hoje, a história da região pode ser vista por todos os cantos das cidades. Alguns resolveram apostar na volta da produção do café. Diferente dos antigos fazendeiros, os novos produtores têm como principal preocupação o cuidado com a terra, com o meio ambiente e, principalmente, com a qualidade do produto final.

Anúncios

Globo Rural, hoje (4) produção de soja no interior de Mato Grosso

Divulgação – TV Globo

A produção nacional de soja em 2017/2018 pode chegar a 227,9 milhões de toneladas. Só o Estado de Mato Grosso cultiva uma área de 9,5 milhões de hectares do grão. Nas grandes fazendas no interior, é grande o trabalho que existe em torno dessa cadeia produtiva, principalmente aquele que ocorre na colheita e no plantio.

No ‘Globo Rural’ deste domingo (04/03), Nelson Araújo vai até a região de Lucas do Rio Verde para acompanhar os dias que concentram os maiores esforços dos produtores.

Quando o grão atinge o ponto certo para ser colhido, quase mil pessoas estão a postos em uma fazenda de 70 mil hectares para colocar as colheitadeiras no campo e, em seguida, realizar o plantio. A imprevisibilidade do clima torna essa batalha ainda mais desafiadora. No verão, as chuvas caem com frequência, o que impede o trabalho das máquinas. Assim que vem a estiagem, é hora de torcer para a água voltar e fazer germinar as sementes na terra.

O programa mostra o perfil das pessoas envolvidas nesse ciclo, como o proprietário da fazenda, o gerente, o colheitador e até uma caminhoneira. Com imagens aéreas de um drone, é possível ver não só a dimensão da plantação, mas também as casas onde vivem os funcionários e até o campo de futebol onde eles disputam o “Ruralão”, a versão rural do Brasileirão.

O ‘Globo Rural’ vai ao ar na TV Globo, depois de ‘Pequenas Empresas & Grandes Negócios’.

Gloob tem duas produções em festivais internacionais de conteúdo infantil

Divulgação

O Gloob conta com duas produções do canal indicadas a prêmios internacionais de destaque no segmento infantil. 

A animação brasileira S.O.S. Fada Manu, que estreou no canal em 2015, é finalista na categoria “Melhor Série de Animação” do CHILEMONOS – Festival Internacional de Animação, que acontece em Santiago, no Chile, entre os dias 10 e 15 de maio.

Já PortoPapel, coprodução do Gloob com Chile, Colômbia e Argentina, além de concorrer na mesma categoria de S.O.S. Fada Manu no CHILEMONOS, foi selecionado para o Festival Internacional de Animação de Annecy, na categoria “Séries de TV”. O festival, que é o evento de maior  prestígio internacional no segmento de animação, acontece de 13 a 18 de junho, na França.  

SBT compra com a Fremantle novo formato de reality show

Versão americana do "My Name Is".

 

O SBT fechou recentemente a compra de mais um formato de reality show, trata-se do “My Name Is”, da Fremantle o formato “My name is”.

A atração é uma espécie de “show de calouros” com dublês e covers de grandes artistas e personalidades. A produção já começou, mas ainda não há data para estreia.

Onde detalhes, como apresentador e horário de exibição também serão definidos com o tempo. , que já entrou em processo de produção, sem maiores definições ainda sobre estreia ou apresentador. É um programa com covers de artistas e personalidades.

HBO anuncia produção de nova série original “PSI”

São Paulo, 06 de junho de 2013 – A HBO Latin America anunciou hoje a produção de sua nova série original: Psi. A trama traz para a TV Carlo Antonini, consagrado personagem de duas das mais aclamadas obras de Contardo Calligaris, também autor da série ao lado de Thiago Dottori. Por meio de histórias inéditas, a série narra as aventuras – dentro e fora do consultório – desse psicanalista interessado por casos pouco comuns, que o desafiam e muitas vezes o colocam em perigo. Filmada em São Paulo, Psi envolverá o espectador em uma produção que alterna enigmas clínicos, investigações policiais e paixões amorosas.

“Psi é a mais nova aposta da HBO no criativo e efervescente mercado de produção brasileiro e estamos orgulhosos de produzir uma série tão surpreendente. O roteiro é instigante e mistura drama com um inteligente toque cômico”, diz Luis F. Peraza, Vice-Presidente Executivo da HBO LA Networks.

Cada episódio traz à tona questões existenciais e morais do mundo moderno sob a ótica de um psicanalista para quem as patologias mais estranhas são tão naturais quanto a trivialidade. Inquieto, curioso e sempre intervencionista, Carlo possui uma visão crítica sobre tudo: seus pacientes, amigos, família e, principalmente, sobre ele mesmo.  Ao longo da temporada, envolve-se em diversos casos que impactam sua vida, não só profissionalmente, mas também como pai, amigo e marido.

A série, que contará com 13 episódios de 60 minutos, é produzida pela HBO Latin America Originals e realizada pelas produtoras independentes Biônica Filmes e Damasco Filmes. O período de filmagem será de 20 semanas e serão usadas mais de 90 locações diferentes da cidade de São Paulo.

O elenco principal conta com Emilio Mello (Carlo Antonini), Claudia Ohana (Valentina), Aida Leiner (Flávia), Igor Armucho (Henrique), Bianca Vedovato (Marina), Victor Mendes (Mark), Raul Barreto (Severino) e Otavio Martins (Roberto). A direção geral é de Marcus Baldini.

Produções originais – Desde 2004, a HBO Latin America investe no mercado brasileiro de produção e já realizou 5 séries originais próprias: Mandrake, Filhos do Carnaval, Alice, Mulher de Fases e O Negócio. Exibidas em toda a América Latina, as séries são reconhecidas pelos roteiros atuais e originais, pelos recursos de vanguarda empregados nas filmagens e pelo lançamento de novos talentos no mercado.

Psi será realizada integralmente com investimentos próprios da HBO Latin America Group.