Anúncios

Archive

Posts Tagged ‘TV Brasil’

Caminhos da Reportagem entrevista sobreviventes do Holocausto nesta quinta, 22

Divulgação – TV Brasil

O “Caminhos da Reportagem” desta quinta-feira (22/06), às 22h, na TV Brasil, conta a história de sobreviventes do Holocausto. O programa entrevista pessoas que viveram os horrores da perseguição, dos campos de concentração e perderam suas famílias, suas pátrias. Muitas dessas vítimas recomeçaram a vida em outros países, como o Brasil, e se dedicaram a relatar essa tragédia.

“Quem tem a oportunidade de conversar com um sobrevivente acaba sendo uma testemunha também. Porque eu sou testemunha de ter conhecido um sobrevivente. Então, quem tiver a oportunidade, é bom se apressar porque sobreviventes estão ficando velhinhos e não duram para sempre”. A afirmação de José Jakobson, filho de um sobrevivente do Holocausto, revela a importância de ouvir a história diretamente de quem a viveu. Com esse objetivo, o Caminhos da Reportagem ouve sobreviventes de um dos maiores genocídios que o mundo presenciou.

O Holocausto matou onze milhões de pessoas, 6 milhões só de judeus. Muitos dos sobreviventes fugiram para o Brasil, além de outros países, antes, durante e depois da Segunda Guerra Mundial. Chegaram aqui debilitados, com sequelas físicas e psicológicas.

“A ideia dos alemães era que nenhum judeu iria sobreviver à presença deles. Feroz mesmo! No fim da guerra eu estava pesando, quando já tinha comido, uns 30 quilos”, conta Nanette Konig, judia holandesa que sobreviveu ao nazismo.

Ela foi colega de escola de Anne Frank, a menina judia que ficou famosa por escrever um diário enquanto vivia em um esconderijo com a família. As duas se reencontraram no campo de concentração. Anne Frank, assim como a família de Nanette, não sobreviveu.

A equipe da TV Brasil conversa com outros sobreviventes que testemunharam os horrores dos campos de trabalho forçado e de extermínio. “Lá em Auschiwitz foi feita uma segregação. Um vagão ia para a morte, para o crematório, e o outro vagão ia para campos de trabalho. Se eu tivesse má sorte de estar no vagão que iria para a morte, não tinha me salvado”, afirma o judeu polonês, Julian Gartner.

Durante a guerra, os judeus e outros grupos perseguidos, como negros, ciganos, homossexuais e inimigos políticos, enfrentaram a fome, o frio, a perda da identidade, da família, da saúde e da vida.

A atração jornalística recebe Anita Prestes, filha do comunista brasileiro Luiz Carlos Prestes com a judia alemã Olga Benário. Anita, que nasceu enquanto a mãe estava presa, se considera “filha da solidariedade internacional”, uma vez que foi libertada depois de uma campanha envolvendo vários países.

Também participa do programa, Salvador Haim, filho de um ex-prisioneiro que fez vídeos dentro de um campo de concentração na Bulgária. O feito, considerado inédito pelo Museu do Holocausto de Washington, contém imagens da rotina em um campo de concentração. “Mostra o pessoal trabalhando, quebrando pedra, afiando ferramenta, pondo dinamite para estourar pedra. Como ele fez o filme, quem autorizou, isso a gente não sabe”, narra Salvador.

O Caminhos da Reportagem também visita lugares de preservação da memória dos sobreviventes, como o Museu do Holocausto em Curitiba, que reúne documentos, fotografias e objetos dos judeus que vieram para o Brasil.

Na Argentina, o programa visita o Centro Simon Wiesenthal, que leva o nome de um dos mais famosos caça-nazistas do pós-guerra. O jornalístico da emissora pública ainda mostra como os alemães lidam com esse capítulo da história, seja no currículo escolar, seja com projetos como as “pedras de tropeço, intervenções artísticas espalhadas pela Alemanha e demais países europeus, em homenagem às vítimas do nazismo.

Anúncios

TV Brasil estreia programa com debates sobre curtas-metragens

Divulgação  – TV Brasil

A TV Brasil abre mais uma janela para as produções de curta-metragem em sua grade de programação com a estreia do programa “Curta em Cena” nesta terça (20/06), às 23h30. A atração, apresentada pela jornalista Tâmara Freire, busca fomentar a produção audiovisual brasileira desse formato de filmes.

Dedicada ao conteúdo nacional de curta duração, a série recebe realizadores e especialistas para um bate-papo sobre esse mercado e a cena audiovisual contemporânea. Além de divulgar os filmes, a proposta é estimular o desenvolvimento de produções nesse formato, descobrir novos talentos e criar novas plateias.

Com 52 episódios de 26 minutos, o programa da emissora pública exibe semanalmente, às terças, sempre às 23h30, um curta-metragem ou trechos de pequenos filmes e traz um debate, no estúdio, de um convidado com Tâmara Freire.

Na edição de estreia do Curta em Cena, a apresentadora conversa com a jornalista e cineasta Diléa Frate sobre o seu premiado filme “O Mar de Teresa”, reconhecido como o melhor curta infanto-juvenil na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis em 2015.

O novo programa da TV Brasil exibe a obra que é uma adaptação do livro infantil “A menina que carregou o mar nas costas”, também assinado pela diretora. “O curta-metragem é fundamental para se experimentar novas linguagens” define Diléa Frate.

“Em treze minutos, misturo a linguagem da animação, a documental e live-action. Tudo em uma história que também apresenta um livro animado dentro do filme”, explica a cineasta.

Programa “Sotaques e Batuques” traz o melhor do São João para a TV Brasil no Maranhão

Divulgação TV Brasil

As festas de Santo Antônio, São João, São Pedro e São Marçal voltam a ter espaço exclusivo na programação local da TV Brasil no Maranhão. Em dois sábados, a emissora pública leva ao ar edições do programa junino especial “Sotaques & Batuques”.

Neste sábado (17/06), às 22h30, um dos destaques é a cantora Flávia Bittencourt. Ela vai mostrar o repertório junino e falar sobre suas próximas apresentações em São Luís. Na próxima semana, no dia 24, no mesmo horário, o Grupo Santa Ignorância encena um trecho da elogiada peça “Pão com ovo” no estúdio.

Apresentado por Ely Coelho e com uma hora de duração, o especial “Sotaques & Batuques” inclui transmissão ao vivo, direto dos arraiais da capital São Luís. As equipes de reportagem da emissora trazem os principais momentos das apresentações para o telespectador. A atração mostra ainda reportagens sobre os arraiais da cidade, as lendas e a cultura junina.

Assim como em 2016, neste ano, os programas reúnem grupos, artistas e produtores culturais que comentam e mostram as atrações do principal período de festas do Maranhão. A montagem do cenário desse especial foi organizada com tambores, pandeirões, chapéus, fitas, bandeirolas, barracas e fogueiras; todos os elementos típicos que marcam o São João maranhense.

Fernanda Montenegro recita É o Tchan no último “Saideira”

Divulgação – Canal Brasil

No último episódio da primeira temporada do “Saideira”, que vai ao ar nesta sexta-feira (09/06), às 21h, no Canal Brasil, os anfitriões Stepan Nercessian e Antonio Pedro recebem a atriz Fernanda Montenegro.

Sentada com a dupla, Fernanda beberica goles de caipirinha feita com cachaça Carvana (em homenagem ao ator Hugo Carvana, o idealizador da atração) enquanto relembra o início da carreira no grupo de teatro Companhia dos Sete, em que atuou ao lado de Sergio Britto e Ítalo Rossi.

A atriz explica como enfrentou as questões com a censura e comenta a relação com Hugo Carvana, com quem fez par romântico em O Dono do Mundo (1991). “Por mais que você queira brilhar na cena de amor, se você não tem um cara com testículos aquilo não pega, vira uma representação. Com o Carvana não tinha isso, como tudo que ele fazia”, conta ela, que também declama trechos do axé “Pau que nasce torto/Melô do Tchan”.

Martinho da Vila, Edwin Luisi, Dandara Tinoco e Leonardo Medeiros participam do “Sem Censura” nesta quinta, 8

Divulgação TV Brasil

O cantor, compositor e escritor Martinho da Vila é um dos convidados do programa “Sem Censura” desta quinta-feira (08/06), às 17 horas, na TV Brasil. Ele conversa sobre o recém-lançado “Conversas Cariocas”, seu décimo quinto livro, uma coletânea de crônicas organizadas pelo jornalista Tom Farias. Nelas, o autor aborda a família, o meio do samba, a cidade de Duas Barras (RJ) – sua terra natal –, e o futebol do Vasco da Gama. Martinho ainda revela os “bastidores” de alguns clássicos do samba, como “Nossos contrastes”, fruto de parceria com Nelson Sargento.

A apresentadora Vera Barroso conversa também com o ator Leonardo Medeiros, que atua na peça “E se eu não te amar amanhã?”; com a jornalista Dandara Tinoco, à frente da “Instinto de Vida”, campanha para a redução dos homicídios no Brasil; e com o ator Edwin Luisi, sobre seus 45 anos de carreira e a peça “Alair”, em cartaz no Teatro da Gávea.