Archive

Posts Tagged ‘Profissão Repórter’

Profissão Repórter, hoje (24) as cidades mais violentas do Brasil

Divulgação TV Globo

“Vão ter quatro sepultamentos agora à tarde. Mas tem dia em que são 10, 12 e assim vai”. A declaração é de um coveiro do cemitério São José, o maior de Maceió (AL), a Caco Barcellos. Em um estado onde, de cada 13 vítimas de homicídio, 12 são negras, não é difícil encontrar histórias de quem encara a morte como algo banal. “A gente vê a banalização da vida; eles tratam aquilo como atração turística, acontecimento no bairro”, conta o jornalista do ‘Profissão Repórter’, que, nesta quarta-feira (24/08), no “Profissão Repórter”, revela dados de um levantamento exclusivo: de 898 homicídios em Alagoas, ocorridos no primeiro semestre de 2016, dois eram de brancos.

“Nem as pessoas nem as autoridades tinham consciência disso. Fizemos essa pesquisa e o que impressiona é a enorme impunidade envolvendo casos de pessoas de baixa renda e negras”, explica Barcellos. Em outra capital ainda mais violenta, São Luís (MA), o repórter Estevan Muniz acompanha o trabalho dos socorristas do Samu e da delegacia de homicídios da cidade. Ali, os casos de assassinato acontecem, na maioria das vezes, no meio da rua, na porta da casa da vítima.

Na Bahia, a Praia do Forte é um destino muito procurado por turistas. Mas é também parte do município de Mata de São João, que convive com uma das maiores taxas de violência do país. O repórter Victor Ferreira teve acesso aos boletins de ocorrência de 37 homicídios que aconteceram na cidade em 2014 e, segundo a promotora Luiza Amoedo, 32 mortes nunca chegaram a ser comunicadas à Justiça pela delegacia local.

O ‘Profissão Repórter’ vai ao ar às quartas-feiras na TV Globo, depois do Futebol.

Profissão Repórter, hoje (20) construção de Belo Monte

 ‘Profissão Repórter’ aborda o namoro na adolescência, hoje 15-05

O Profissão Repórter desta quarta-feira (20) percorre o oeste do Pará para retratar as transformações causadas pela obra de Belo Monte, uma das maiores hidrelétricas do Brasil.
Com a etapa final das obras de construção civil na usina, cerca de 20 mil trabalhadores já foram demitidos. O cenário em Altamira, a maior cidade da região, é o oposto do registrado pela equipe do programa há quatro anos. Agora, em vez de ônibus chegando lotados de diversos pontos do Brasil, o que se vê são trabalhadores voltando para suas casas.

O Profissão Repórter é nesta quarta-feira (20), depois do futebol.

Profissão Repórter, hoje (13) a rotina dos astros dos games

Foto Reprodução TV Globo

O ‘Profissão Repórter’ desta quarta-feira, dia 13, entra no mundo dos games e acompanha de perto o dia a dia dos times CNB e INTZ, que chegaram à disputa do título da etapa nacional da competição – uma espécie de Campeonato Brasileiro de Futebol.  Nesta quarta (13) 23h45.

Profissão Repórter acompanha a reta final de treinos dos atletas olímpicos, hoje 6

‘Profissão Repórter’ aborda o namoro na adolescência, hoje 15-05

Nas areias de Ipanema, o repórter Caco Barcellos encontra Pedro Solberg e Evandro, que vão disputar uma Olimpíada pela primeira vez.

Evandro foi um garoto criado em Madureira e é o estreante da dupla. Para ele, a conquista da medalha de ouro seria uma maneira de homenagear o pai, seu maior incentivador, que morreu há três anos.

Na baía de Guanabara, o repórter Estevan Muniz encontra a dupla de velejadoras número um do mundo. É no barco de Martine Grael e Kahena Kunze que constatamos a poluição das águas da baía de Guanabara, local das provas de vela nos Jogos Olímpicos. Enquanto treinavam, a carcaça de uma televisão velha quase atingiu o barco das campeãs.

Profissão Repórter, hoje (29) os construtores de puxadinho

A repórter Valéria Almeida percorreu durante 10 dias as vielas do Jardim Ibirapuera, um complexo de quatro favelas na zona sul de São Paulo. Os primeiros moradores ocuparam a área há mais de 50 anos. Até hoje ninguém tem escritura das casas, que estão sempre em reforma. Os puxadinhos provocam armadilhas. O quarto da casa de seu Imauro Dias ficou sem janela depois que o vizinho subiu mais um andar na laje.

 

No alto de um morro, um prédio de três andares em construção chama a atenção de longe. As obras estavam aceleradas apesar do risco de deslizamento do terreno. Os pedreiros protestaram quando os engenheiros da Defesa Civil embargaram as obras.

O Profissão Repórter desta quarta-feira (29) começa logo depois do futebol.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 14.849 outros seguidores