Archive

Posts Tagged ‘Globo Rural hoje’

Globo Rural, hoje (20) afluentes que alimentam o rio São Francisco

Tão importante quanto o rio São Francisco são os afluentes que o enchem de água ao longo do seu trajeto. Na segunda reportagem sobre o tema, no “Globo Rural” deste domingo (20), Ana Dalla Pria narra o percurso do rio de Pirapora, em Minas Gerais, até a divisa do estado com a Bahia, trecho onde ele recebe seus principais afluentes, responsáveis pelo fornecimento de 80% de suas águas.

A região inclui a capital Belo Horizonte e se configura como a mais populosa do Vale do São Francisco. Dentre os principais afluentes, a reportagem aborda o Rio Paracatu, responsável por 20% do volume de água recebido pelo Velho Chico; o Rio das Velhas, o mais longo e poluído, que banha a zona de mineração de ferro em Minas Gerais; e o Rio Pandeiros, um destino turístico por desaguar no município de Januária, famoso pela produção de cachaças e por ter em seu curso uma unidade estadual de conservação de riquezas naturais, o chamado Pantanal Mineiro.

Além desse panorama sobre os afluentes, a reportagem traz uma análise das secas dos dois últimos anos que atingiram esse trecho do Rio São Francisco, e também a situação do desmatamento nas veredas, regiões úmidas onde há as nascentes dos afluentes.

O ‘Globo Rural’ vai ao ar aos domingos depois de ‘Pequenas Empresas & Grandes Negócios’.

Divulgação TV Globo

Globo Rural: Hoje 14/04/13 – A produção agrícola do Piauí e da Bahia

 

Neste domingo (14) às 08h01, o “Globo Rural” traz uma reportagem sobre a produção agrícola de Piauí e Bahia, dois dos quatro estados que compõem a região agrícola conhecida como Mapitoba, que corresponde aos estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia. Essa é a mais nova das grandes fronteiras agrícolas do país.

Criada no fim dos anos 80, a região atualmente é a segunda produtora de algodão, quinta de soja e oitava de milho no país. Esse processo teve início na Bahia, expandiu-se para o Maranhão e depois seguiu para o Piauí e para o Tocantins, o último estado do grupo a se desenvolver na agricultura. O crescimento da área incentivou empresas e produtores a investir na região.

A repórter Helen Martins segue para três municípios da região Luis Eduardo Magalhães e Formosa do Rio Preto, na Bahia, e Bom Jesus do Piauí, para mostrar o crescimento das regiões e como a infraestrutura urbana dessas cidades não acompanham essa evolução.

A reportagem também mostra o índice de emprego – de um lado sobra vagas para profissionais bem qualificados e do outro há um alto número de desempregados entre pessoas sem qualificação. A maior parte dos pioneiros que abriram a região para a agricultura veio do Rio Grande do Sul em busca de novas oportunidades.

O “Globo Rural” vai ao ar aos domingos, logo após “Pequenas Empresas & Grandes Negócios”, e de segunda a sexta, após o “Telecurso

Essas informações são do site G1

Globo Rural mostra produção de vinhos em Medonza, na Argentina – Hoje 07/04/13

 

Neste domingo, dia 07, o ‘Globo Rural’ segue para a Argentina, para mostrar a produção de vinhos da região de Mendoza. São centenas de bodegas tradicionais e modernas responsáveis por 70% da produção de vinhos do país e que tornam a Argentina um dos maiores produtores do mundo. A região só não é considerada um deserto por causa das águas que resultam do degelo da neve no alto da Cordilheira dos Andes. Mesmo assim consegue produzir vinhos de excelente qualidade. A repórter Ana Dalapria visita algumas vinícolas para mostrar como é feita a irrigação de suas videiras, através de um sistema formado por 12 mil quilômetros de canais.

A reportagem mostra ainda o prestígio da produção da uva Malbec, que foi trazida para a região no fim do século XIX da região de Bordeaux, na França. A uva se adaptou tão bem na região que a produção cresceu e hoje em dia a Europa depende de mudas argentinas para a quando quer produzir a uva Malbec.

Ainda no programa, o repórter César Dassie segue para o sudoeste de Goiás, na cidade de Rio Verde, para mostrar uma nova tecnologia desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa): o adubo industrializado a partir da ‘cama de frango’, que é o material que sobra dentro dos viveiros e galpões quando termina a criação de um lote de aves, a cada 45 dias. É formada por palha de milho ou arroz, ou serragem, restos de ração, dejetos e penas. Como o uso da ‘cama de frango’ foi proibido na alimentação de gado, por conta da doença da vaca louca, os pesquisadores criaram uma fórmula para aumentar sua eficiência como fertilizante agrícola em plantações.

O ‘Globo Rural’ vai ao ar aos domingos, logo após ‘Pequenas Empresas & Grandes Negócios’, e de segunda a sexta, após o ‘Telecurso’.

NTB – REDE GLOBO – AUTORIZADO 

Globo Rural mostra o incentivo do cultivo da cabra no Paraná – Hoje 24/03/13

 

O ‘Globo Rural’ deste domingo, dia 24, vai apresentar uma reportagem de César Dassie sobre o trabalho do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), com produtores locais e cooperativas, para incentivar a criação de cabras no estado. O IAPAR se encarrega da seleção genética dos animais e das pesquisas complementares para melhorar as técnicas dos criadores. Os pequenos produtores são responsáveis por ampliar a criação e as cooperativas, pela assistência técnica e a comercialização do produto.

Ainda no programa, a reportagem do ‘Globo Rural’ mostra as saídas criativas encontradas por produtores da Paraíba para driblar o problema da seca que atinge o estado. A repórter Beatriz Castro segue para as cidades de Remígio e Solânea e encontra produtores de hortaliças, feijão, milho, feijão e leite que aplicam técnicas simples, como hortas de dois andares e irrigação por gotejamento, para salvar as produções do clima semi-árido. O programa também apresenta o engarrafamento que acontece no caminho do porto de Santos, por causa da supersafra de grãos.

O ‘Globo Rural’ vai ao ar aos domingos, logo após ‘Pequenas Empresas & Grandes Negócios’, e de segunda a sexta, após o Telecurso.

REDE GLOBO – NTB – AUTORIZADO

Globo Rural: hoje 20/01/13 – iniciativas de combate à devastação da Amazônia

FOTO – DIVULGAÇÃO – REDE GLOBO

O “Globo Rural” deste domingo (20/01) reapresenta a reportagem de José Raimundo sobre a lista negra criada pelo Ministério do Meio Ambiente para combater a devastação na Amazônia. Criada em 2008, essa lista denuncia os municípios campeões do desmatamento.

As reservas indígenas em território Caiapó são as únicas áreas intactas em São Felix do Xingu, município com 84 mil quilômetros quadrados, que representa quase o dobro do estado do Rio de Janeiro. O desmatamento é proporcional ao tamanho. A cobertura vegetal desapareceu em mais de 20% da área. E há quatro anos, São Felix do Xingu tenta sair da incômoda posição de primeiro do ranking entre os maiores desmatadores da Amazônia brasileira. Ao todo, são 47 municípios de seis estados.

Em outra reportagem, Camila Marconato mostra a história do município Paragominas, que hoje é considerado um município verde. Esse título exibido com orgulho contrasta com um passado recente de destruição. Situada no nordeste do Pará, Paragominas  cresceu no rastro da construção da rodovia Belém-Brasília, em meados do século passado.

O programa da Rede Globo ainda reprisa a matéria sobre o milho do México. A reportagem do Globo Rural mostra as plantações e o desenvolvimento do milho no país.

Agradecimento:FábioTV

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 14.821 outros seguidores