Anúncios

Archive

Posts Tagged ‘entrevista’

Caminhos da Reportagem entrevista sobreviventes do Holocausto nesta quinta, 22

Divulgação – TV Brasil

O “Caminhos da Reportagem” desta quinta-feira (22/06), às 22h, na TV Brasil, conta a história de sobreviventes do Holocausto. O programa entrevista pessoas que viveram os horrores da perseguição, dos campos de concentração e perderam suas famílias, suas pátrias. Muitas dessas vítimas recomeçaram a vida em outros países, como o Brasil, e se dedicaram a relatar essa tragédia.

“Quem tem a oportunidade de conversar com um sobrevivente acaba sendo uma testemunha também. Porque eu sou testemunha de ter conhecido um sobrevivente. Então, quem tiver a oportunidade, é bom se apressar porque sobreviventes estão ficando velhinhos e não duram para sempre”. A afirmação de José Jakobson, filho de um sobrevivente do Holocausto, revela a importância de ouvir a história diretamente de quem a viveu. Com esse objetivo, o Caminhos da Reportagem ouve sobreviventes de um dos maiores genocídios que o mundo presenciou.

O Holocausto matou onze milhões de pessoas, 6 milhões só de judeus. Muitos dos sobreviventes fugiram para o Brasil, além de outros países, antes, durante e depois da Segunda Guerra Mundial. Chegaram aqui debilitados, com sequelas físicas e psicológicas.

“A ideia dos alemães era que nenhum judeu iria sobreviver à presença deles. Feroz mesmo! No fim da guerra eu estava pesando, quando já tinha comido, uns 30 quilos”, conta Nanette Konig, judia holandesa que sobreviveu ao nazismo.

Ela foi colega de escola de Anne Frank, a menina judia que ficou famosa por escrever um diário enquanto vivia em um esconderijo com a família. As duas se reencontraram no campo de concentração. Anne Frank, assim como a família de Nanette, não sobreviveu.

A equipe da TV Brasil conversa com outros sobreviventes que testemunharam os horrores dos campos de trabalho forçado e de extermínio. “Lá em Auschiwitz foi feita uma segregação. Um vagão ia para a morte, para o crematório, e o outro vagão ia para campos de trabalho. Se eu tivesse má sorte de estar no vagão que iria para a morte, não tinha me salvado”, afirma o judeu polonês, Julian Gartner.

Durante a guerra, os judeus e outros grupos perseguidos, como negros, ciganos, homossexuais e inimigos políticos, enfrentaram a fome, o frio, a perda da identidade, da família, da saúde e da vida.

A atração jornalística recebe Anita Prestes, filha do comunista brasileiro Luiz Carlos Prestes com a judia alemã Olga Benário. Anita, que nasceu enquanto a mãe estava presa, se considera “filha da solidariedade internacional”, uma vez que foi libertada depois de uma campanha envolvendo vários países.

Também participa do programa, Salvador Haim, filho de um ex-prisioneiro que fez vídeos dentro de um campo de concentração na Bulgária. O feito, considerado inédito pelo Museu do Holocausto de Washington, contém imagens da rotina em um campo de concentração. “Mostra o pessoal trabalhando, quebrando pedra, afiando ferramenta, pondo dinamite para estourar pedra. Como ele fez o filme, quem autorizou, isso a gente não sabe”, narra Salvador.

O Caminhos da Reportagem também visita lugares de preservação da memória dos sobreviventes, como o Museu do Holocausto em Curitiba, que reúne documentos, fotografias e objetos dos judeus que vieram para o Brasil.

Na Argentina, o programa visita o Centro Simon Wiesenthal, que leva o nome de um dos mais famosos caça-nazistas do pós-guerra. O jornalístico da emissora pública ainda mostra como os alemães lidam com esse capítulo da história, seja no currículo escolar, seja com projetos como as “pedras de tropeço, intervenções artísticas espalhadas pela Alemanha e demais países europeus, em homenagem às vítimas do nazismo.

Anúncios

Larissa Manoela faz festa de 15 anos para Danilo Gentili, hoje, 21

Foto – Divulgação – SBT

No programa desta quarta-feira, 21 de junho, Danilo Gentili recebe a atriz e cantora Larissa Manoela. Em um momento inusitado da entrevista, ela fará uma surpresa juntamente com a produção do programa e montará uma festa de 15 anos para Danilo, que diz nunca ter tido uma em sua adolescência.

The Noite, hoje (20) Oscar Maroni fala sobre sua biografia

Foto – Divulgação – SBT

No programa desta terça-feira, 20 de junho, meia noite, Danilo Gentili recebe Oscar Maroni. Ele vem ao programa para lançar a sua biografia “O Colecionador de Emoções” e comenta alguns trechos marcantes de seu livro. Maroni conta que foi psicólogo antes de se tornar o famoso dono da casa de shows Bahamas, além de ter sido promotor de lutas, editor de revistas e até mesmo vendedor de cachorros-quentes. Ele revela ainda que já chegou a se prostituir, relembra como foi sua entrada no ramo do “entretenimento adulto” e os problemas e prisões que teve que enfrentar por conta de seus negócios. O convidado também comenta suas polêmicas com a prefeitura de São Paulo, fala sobre possíveis candidaturas a cargos políticos e dá sua opinião a respeito de amor e sexo.

Silvio Santos recebe João Dória, Maisa Silva e Dudu Camargo no programa deste domingo, 18

Divulgação – SBT

No Programa Silvio Santos, que vai ao ar na noite deste domingo, 20hrs, 18 de junho, Silvio Santos recebe no “Jogo das 3 Pistas” a atriz Maisa Silva (Juju de “Carinha de Anjo”) e Dudu Camargo (Primeiro Impacto). Além de conversarem com o apresentador sobre assuntos diversos, Dudu improvisa sua famosa dança e Maisa comenta sobre sua festa de 15 anos.

E mais, Silvio Santos recebe mais uma visita, desta vez, do prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), com quem conversa sobre os seus primeiros meses de gestão, lembra do período em que João Dória apresentava um programa de rádio, ressalta como é importante que os políticos invistam na saúde e pergunta sobre uma possível candidatura à Presidência da República nas eleições de 2018.

Claudia Leitte comenta mudança para Los Angeles no “Luciana By Night”

Divulgação RedeTV!

Claudia Leitte foi a convidada de uma edição recente do “Luciana By Night”. Durante o papo, a cantora, nascida no Rio de Janeiro, relembrou o início da trajetória na Bahia e comentou a dificuldade da família em aceitar seu ingresso na música. “Meus pais nunca aceitaram muito bem essa história de ser artista. Eles achavam que era passageiro porque desde os três anos de idade eu já subia nos móveis e usava escova e cabo de vassoura como microfone. Minha mãe sempre dizia: Vai ser advogada que é mais garantido minha filha”, contou.

Com residência fixa em Los Angeles desde 2015, ela desabafou sobre as constantes idas e vindas ao Brasil, já que sempre realiza shows em sua terra natal. “Estou morando no avião, na verdade. Me acostumei porque sou nômade, tenho o espírito muito livre. A única coisa que me deixa louca é ficar longe dos meus filhos”, revelou.

Em busca de novos desafios, Claudia explicou ainda a mudança de vida e comentou o período de adaptação. “Tiveram coisas que me fizeram acreditar na possibilidade de realizar um sonho meu de cantar em outras línguas. Tem todo um processo de amadurecimento e de intercâmbio cultural. Não é só falar a língua, tem que entender o conteúdo e eu precisava viver naquela atmosfera. Meu empresário me disse que era necessário passar um tempo por lá, então fui”, salientou.

Destaque na abertura da última Copa do Mundo ao lado de Jennifer Lopez e Pitbull, a artista comentou a felicidade em ter participado do momento e disse: “Nada que não te desafie, no final das contas vai trazer alegria de verdade. Não acredito no impossível. Tudo o que a gente tem por objetivo pode se tornar palpável, mas precisamos ser honestos e confiar em Deus. O impossível não existe, é só um momento de preguiça da nossa cabeça”.