Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘entrevista’

Conexão Repórter, hoje (8) Roberto Cabrini entrevista o médico Lair Ribeiro

Foto – Divulgação – SBT

No Conexão Repórter deste domingo, 08 de outubro, meia noite , Roberto Cabrini traz uma entrevista completa com o médico Lair Ribeiro. Ele responde às mais duras questões na única entrevista dada por ele nos últimos anos e fala sobre a dieta cetogênica, que ele alega ter o poder de curar o câncer. Defensor do colesterol e da gordura, o cardiologista é criticado por importantes nomes da medicina tradicional. Segundo o médico, essa mesma medicina é influenciada pelo que ele chama de máfias da indústria farmacêutica e de laboratórios, considerando-se um pioneiro na ousadia de combater conceitos imperiais da medicina alopática.

Anúncios

Lyandra Costa relembra morte do pai no “Luciana By Night”

Divulgação – RedeTV!

No Luciana By Night da última semana, Luciana Gimenez recebeu Lyandra Costa, filha do cantor sertanejo Leandro, morto em 1998 após enfrentar um raro tipo de câncer. Durante participação no programa da RedeTv!, ela comentou a falta que sente do pai e relembrou a dificuldade em aceitar a perda. “Eu perguntava para minha mãe onde ele estava, chorava, pedia para ligar para o céu e ela falava: no céu não tem telefone. Sofri muito”, afirmou a jovem, que tinha apenas dois anos quando ele morreu.

Com mais de 150 mil seguidores em suas redes sociais, ela agradece o carinho dos fãs e compartilhou: “Foi um amor que passou dele para mim. Lembro de alguns fatos que parecem ter acontecido ontem e eles [fãs] costumam falar sempre, me marcam [em redes sociais] e isso ajuda a manter a memória do meu pai viva em mim”.

Agradecimento FabioTV

Lucinha Araújo comenta cartas psicografadas de Cazuza no “Sensacional”

Divulgação – RedeTV!

A apresentadora Daniela Albuquerque entrevistou Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, no Sensacional. No papo, ela relembrou histórias de seu filho, que morreu em 1990 vítima de complicações decorrentes da Aids, e revelou o sonho de que ele tivesse lhe deixado netos. “Já apareceram tantos filhos dele, volta e meia aparecem. Ele morreu há 27 anos e aparece um garoto de 20 dizendo que é filho dele, isso acontece bastante. Até adoraria se fosse verdade, mas é tudo mentira”, confessou. “Sabe qual foi a maior herança que ele me deixou? Foram as músicas. No dia em que me conscientizei disso, eu falei, tudo bem, não tive netos, mas as canções que ele deixou são meus netos”, completou.

Cazuza, apelido que Agenor de Miranda Araújo Neto ganhou antes mesmo de nascer, ficou conhecido em todo o país após se juntar ao grupo Barão Vermelho, mas foi ainda durante a infância que ela percebeu seu dom para cantar, motivado por sua convivência com grandes nomes da música do país. “Elis Regina trocava fralda do Cazuza, era assim, viviam todos lá na minha casa e ele foi criado nesse meio, então ele não tinha mitos, não tinha ídolos. Ídolos talvez ele tivesse, que o Caetano era um deles, mas não aqueles que você vê esse treino todo. Para ele era natural, foi criado no meio dos Novos Baianos, de todo mundo”, ressaltou Lucinha.

Durante a entrevista, a mãe de Cazuza reviveu o momento em que tiveram a notícia de que o filho estava com Aids. “Ele não me deixou acompanhá-lo no dia que foi buscar o resultado, mas depois foi a pé para encontrar a gente. Nós dois já estávamos em casa esperando por ele. Foi muito triste, mas foi uma prova de amor dele. Ele não foi procurar ninguém, falou eu vou voltar para onde tudo começou”, disse. Questionada se teve tempo para se despedir de Cazuza antes de sua morte, ela confessou: “Não. Eu me recusava a falar em morte e não queria que ele falasse, o João também não queria. A gente colocou um véu na nossa frente”.

Lucinha Araújo também falou de sua relação com a fé. “Eu já tive mais, porque ainda tenho uma pergunta que não me deixa calar: por quê meu filho?”, indagou. Ela contou que recebe diversas cartas psicografadas, mas que não acredita no conteúdo das mesmas, somente nos sinais que recebe do filho. “Cazuza me manda muitos sinais. Por exemplo, se um artista pede Lucinha, você me deixa gravar tal música?, eu falo me dá um tempo. Aí eu digo Cazuza, me dá um sinal. Ligo o rádio e está tocando Cazuza. Isso é um sinal de que tenho que assinar a autorização”, revelou.  

No comando da Sociedade Viva Cazuza há mais de 20 anos, que atende crianças portadoras do vírus HIV, ela destacou a importância do trabalho em sua própria vida. “Me ajuda a viver. Foi isso que salvou a minha pátria, porque preciso mais dessas crianças do que ela de mim. Qualquer pessoa que tivesse dinheiro ia lá e fazia mais ou menos do que eu fiz, mas eu não teria uma tábua de salvação como tive depois que fiz a Viva Cazuza, porque em cada criança que eu ajudo, vou sempre procurar o sorriso do meu filho”, concluiu.  

Conexão Repórter, hoje (24) Roberto Cabrini entrevista filhos de Marcelo Rezende

Roberto Cabrini entrevista os filhos do jornalista Marcelo Rezende

Foto: Divulgação/SBT

No Conexão Repórter deste domingo, 24 de setembro, meia noite, Roberto Cabrini entrevista com exclusividade os filhos de Marcelo Rezende. O jornalista tem acesso à mansão onde o comunicador passou os últimos anos de sua vida e conversa com eles sobre as polêmicas envolvendo Luciana, a namorada de Rezende, além de questões sobre a herança e o que eles têm a dizer sobre isso. Em uma entrevista emocionante, Diego Esteves e Patrícia Adriessenrecordam a relação com o pai, sua vida, os momentos mais marcantes e sua morte.

Esporte Espetacular, hoje (24) Renato Gaúcho encontra fãs que fizeram loucuras por ele

Divulgação – TV Globo

Na semana em que classificou o Grêmio para a semifinal da Libertadores, o técnico Renato Gaúcho dá uma entrevista exclusiva ao ‘Esporte Espetacular’ que vai ao ar neste domingo (24/09). Ídolo do clube gaúcho desde os tempos de jogador, ele recebe a repórter Alice Bastos Neves no hotel onde vive há mais de um ano, em Porto Alegre.

O técnico apelidou o local de Alcatraz, uma referência à famosa prisão americana, por conta da vida solitária que diz levar na cidade. Além de contar detalhes sobre a classificação conquistada em casa, que considera uma das mais importantes da carreira como treinador, Renato fala sobre o sonho de treinar a seleção e as chances do Grêmio de conquistar o Brasileirão.

Durante a gravação, Renato foi surpreendido com as loucuras cometidas por alguns fãs. O treinador conheceu um torcedor que assinou o sobrenome “Portaluppi” na carteira de identidade e tem o rosto do ídolo tatuado no peito; uma senhora que batizou o filho de Renato e o cachorro de Portaluppi; e acompanhou um rapaz tatuar seu autógrafo no braço.

No quarto episódio do reality ‘Ippon – A Luta da Vida’, os judocas experimentam sensações extremas. Pela primeira vez, eles saem do confinamento e curtem um jantar japonês, com direito a DJ e pista de dança. Porém, são surpreendidos com notícia de que terão que de passar a noite ali, ao ar livre.

Durante a madrugada, são acordados para a Prova do Samurai liderada por Chiaki Ishii, primeiro judoca brasileiro a conquistar uma medalha olímpica – bronze em Munique-72. Durante a disputa, as meninas se desentendem e os ânimos voltam a se acirrar.

O ‘Esporte Espetacular’ vai ao ar na TV Globo, depois do ‘AutoEsporte’.