Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Conexão Repórter’

Conexão Repórter, hoje (30) Roberto Cabrini entrevista Japonês da Federal

Divulgação – SBT

No ”Conexão Repórter” desta segunda-feira (30/04), às 23h30, pelo SBT, Roberto Cabrini fica frente a frente com Newton Ishii, que ficou conhecido como o “Japonês da Federal”.

O programa traz a verdadeira história da face mais conhecida da Operação Lava Jato, o homem que se tornou uma lenda no imaginário do país. Com o uso de óculos escuros e expressão compenetrada, o agente ganhou fama e viu sua imagem correr o Brasil como um símbolo da luta contra a impunidade em um país com tanta sede de justiça. Aplaudido, inspirou marchinhas e máscaras de Carnaval, passou a ser reconhecido nas ruas e encarou uma queda em meio ao apogeu: Ishii foi condenado e preso, em uma investigação por facilitação de contrabando.

Agora aposentado, abre as portas de sua casa para uma conversa de revelações a Cabrini, contando como viu sua reputação ser colocada em xeque ao ser condenado em um processo iniciado em 2003, quando chegou a ser preso em flagrante.

Seguido a isso, ele fala ainda sobre a depressão, o suicídio do filho e a morte da mulher, temas sensíveis de sua vida familiar que mostram um outro lado do homem por trás do policial. Sereno, sempre descrito pela postura tranquila, aceita falar sobre tudo: os altos e baixos, sua condenação, a suspeita de vender informações secretas, como passou por tudo isso e, agora, o que pretende fazer do futuro.

Anúncios

Conexão Repórter com Mikael Medeiros garante boa audiência

Divulgação – SBT

Na última segunda-feira (02/04), o “Conexão Repórter” garantiu a vice-liderança para o SBT com 7,5 pontos de média. Roberto Cabrini ficou frente a frente com Mikael Medeiros, o rapaz de 19 anos que virou centro de uma disputa brutal pelo poder.

Ele conversou com o jornalista, que viajou até Planaltina de Goiás, a 61 km de Brasília, para mostrar quem é o rapaz que se diz perseguido e hoje vive escondido em um bairro afastado. O programa mostoua como ele foi de um emprego simples em uma ótica à carreira meteórica no prédio do Ministério do Trabalho. E, depois, à demissão sumária. Um jovem com quase nenhuma experiência, colocado em um cargo estratégico, acusado de liberar verbas milionárias de contratos suspeitos.

Cabrini conversou com Mikael e com seu pai, acompanhando a rotina dos dois por uma semana em busca de fatos sobre o submundo da política nacional.

Conexão Repórter exibe entrevista com Silas Malafaia neste domingo, 7

No Conexão Repórter deste domingo, 07 de janeiro, meia noite,  Roberto Cabrini exibe uma entrevista reveladora com Silas Malafaia. Durante dias, o programa acompanhou o empresário e pregador da , indiciado por suspeita de lavagem de dinheiro.

Eliana revela desejos e angústias a Roberto Cabrini

Divulgação – SBT

No Conexão Repórter deste domingo, 31 de dezembro, meia noite,  Roberto Cabrini exibe uma entrevista com Eliana. O jornalista visita sua casa e apresenta Manuela, a filha da apresentadora, ao mundo. Após meses de incertezas, medo e angústia, Eliana conta como viveu durante algum tempo longe do público e abre o coração, expondo segredos de tudo que enfrentou: o aborto que sofreu em 2016, os questionamentos de sua fé, mensagens de despedida e até testamentos.

Roberto Cabrini entrevista Day McCarthy neste domingo, 17

DIVULGAÇÃO – SBT

Em um ano marcado por episódios de racismo, Roberto Cabrini apresenta dentro da “Retrospectiva 2017 SBT” uma entrevista com Day McCarthy, personagem que escandalizou o país ao ofender a filha adotiva de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank. Nas imagens divulgadas nas redes sociais, Dayane Alcântara Couto de Andrade, de 28 anos, nome real de Day McCarthy, chama Titi de “macaca” e afirma que as pessoas “não deveriam dizer que ela era bonita”.

Após o ocorrido, Gagliasso procurou a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e prestou uma queixa contra a mulher por injúria racial. O ator também prometeu que iria processar Day, inclusive no país onde ela reside.

Quando questionada sobre pedir desculpas aos pais de Titi pelo que fez, Day afirma: “eu não quero ser falsa, não tô preparada pra pedir desculpas a eles. Eu quero sentar e ter uma conversa comigo mesma e me arrepender, não quero ser falsa. (…) Pedir desculpas a ele não vai mudar em nada o que eu fiz”, afirma.

Sobre ser racista, ela diz que “sim, eu sei que estou errada! Sei que eu sou racista, mas é uma coisa que eu não posso controlar, é uma coisa que eu não sei como controlar, como não ser racista.”.

Cabrini pergunta se ela pretende procurar ajuda psicológica e Day responde: “ah sim, pretendo sim! Porque eu também quero saber o que se passa com a minha cabeça.”. Ela também diz querer pedir desculpas para Titi, “porque não queria que ela crescesse e se sentisse mal por ser negra ou pelas ofensas que eu falei contra ela. Espero que daqui 10 anos, outras notícias vão vir e ela não saiba o que aconteceu 10 ou 9, 8 anos atrás”.

Cabrini questiona ainda se ela acredita que deve pagar pelo que fez e a entrevistada afirma: “se eu for condenada, sim”.